Notícia

17 set Paixão por cuidar há 164 anos

Paixão por cuidar há 164 anos
Clique na imagem para amplia-la

Aniversário do Real Hospital Português foi celebrado no dia 16 de setembro

Tradição e pioneirismo, tecnologia e humanização, grandes investimentos e sustentabilidade. É assim que o Real Hospital Português chega aos 164 anos, equilibrando esses pilares, sem perder de vista a paixão por cuidar. A celebração do aniversário aconteceu na data de sua fundação, dia 16 de setembro. A programação começou com a distribuição de óbulos a 45 pacientes atendidos pelo Ambulatório de Beneficência Maria Fernanda, que foram selecionados pelo serviço de Assistência Social.

Para agradecer as bênçãos e pelo trabalho realizado, foi celebrada uma Missa de Ação de Graças, conduzida pelo Arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido, acompanhado por Monsenhor Albérico e pelo Capelão do RHP, Frei Paulo Sérgio. Após a cerimônia religiosa, na Capela do Hospital, teve início a Sessão Solene, no Salão Nobre, sob o comando do Provedor Alberto Ferreira da Costa. A solenidade foi bastante prestigiada pelos colaboradores do Hospital e por autoridades como o Prefeito do Recife, Geraldo Júlio, o Secretário de Saúde do Estado, André Longo, e o Deputado Federal João Campos.

O médico Gonzalo Vecina Neto, ex-secretário de Saúde de São Paulo, ex-presidente da Anvisa e professor da Faculdade de Saúde Pública da FGV, foi o orador convidado. O especialista falou sobre o “Futuro do SUS e a importância dos Hospitais Filantrópicos”, ressaltando a tarefa de – na saúde – sempre fazer mais com menos.

Todos os anos, em ocasião do aniversário, o Real Hospital Português concede a Comenda de Excelência Médica. O homenageado nesta solenidade foi o nefrologista Frederico Cavalcanti, chefe do serviço de Nefrologia do RHP, com 20 anos de dedicação à Instituição. Em seu discurso, o médico ressaltou como foi acolhido profissionalmente e que o ouvir e o ser ouvido contribuem para que os projetos aconteçam. Também estendeu a premiação a toda a equipe da Nefrologia. “Praticamos medicina de ponta e, graças à visão de futuro e empreendedorismo do Provedor Alberto Ferreira da Costa, ela é extensiva à população mais carente, num prédio moderno e com bastante recursos”, completou.  

Outro momento marcante foi a homenagem a Laura Areias, falecida em dezembro e que por muitos anos comandou a Diretoria de Comunicação do RHP. O Coral Real Encanto, sob regência do maestro Tarik Bispo, entoou o Hino do Real Hospital Português, com letra de autoria de Dona Laura, como carinhosamente era chamada. A filha, Carla Areias, recebeu um buquê das mãos de Carmem Ferreira da Costa, esposa do Provedor. A solenidade encerrou-se com os tradicionais parabéns e corte do bolo, seguidos de coquetel na Biblioteca.